sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

QUANTO TEMPO O CORAÇÃO, LEVA PRA SABER QUE O SINÔNIMO DE AMAR É SOFRER.

 Mas eu descobri que não é preciso uma data especial para escreve para alguém que se ama. Na verdade eu deveria te agradecer todos os dias por agüentar minhas bobeiras, meus ciúmes, por me agüenta em si. Sabe eu só tenho a te agradecer por ter entrando em minha vida… Antes de você era tudo sem graça, antes de você eu não tinha uma melhor amiga, não tinha aquele alguém que você conta tudo e confia de olhos fechados, antes de você “eu” não era “eu”. E graças a você hoje eu sou quem sou. E sei lá to sentindo uma vontade enorme de te abraçar e te dizer que você é uma das pessoas mais importantes para mim e não importa quanto tempo passe sempre será você.
Por que é claro que eu nunca irei deixar ninguém te fazer mal.Por último e não menos importante eu queria te falar, que não importa o quanto a gente brigue ou se afaste eu nunca vou te esquece e você sempre será minha melhor amiga. E eu só queria agradecer por você esta comigo e dizer que eu te amo e amor assim nunca ira morrer . 

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

sábado, 31 de dezembro de 2011

“Eu sinto falta. — sussurrou. Sinto tua falta, mas principalmente eu sinto a minha falta. E olhando as velhas fotos percebo que não sou mais a mesma, desde que você se foi e levou a melhor parte que havia em mim. É meio masoquista da minha parte, mas eu confesso que gosto de me afundar em lembranças porque mesmo que me doa, elas me trazem você. Trazem tudo o que um dia vivemos e que hoje não vivemos mais… 
Queria te ter novo. Sorrir com o seu sorriso, rir com a tua risada — que por incrível que pareça eu ainda a sinto em mim, impregnada em meus ouvidos como uma canção de ninar. Assim como teu olhar que me vem a mente sempre que eu tento te esquecer. Já perdi a conta de quantas vezes te disse que iria te esquecer e falhei. Falhei porque sou fraca, pois tento fingir para mim mesma que passou enquanto ainda sinto a tua falta em mim, tão funda que invade meu coração e o quebra em pequenos pedaços. 
Eu ainda preciso de ti, meu amor. Ainda preciso dos teus braços envolvendo meu corpo, do beijo e do teu cheiro. Preciso da tua voz adentrando em meus tímpanos e me fazendo dormir. Preciso te sentir de novo em mim. Sentir o amor que só tu podes me dar. Recuso-me a amar outro alguém, recuso-me a procurar por qualidades que sei que só tu tens…
Recuso-me a desistir de ti. Não há como negar e nem tentar esquecer: eu sou tua e tu é meu, mesmo longe, mesmo afastados nós ainda somos ‘nós’.
Pra você que está entrando em minha vida agora: Eu sei que talvez seja estranho pedir isso, mas faça diferente. Não seja apenas mais um que irá passar por esse coração cansado de decepções e depois ir embora, como se nada tivesse acontecido. Roube meu coração, tome-o para você, use-o o quanto quiser, mas não o abandone depois, como se fosse algo descartável. Você pode nem imaginar, ou talvez nunca ter passado por isso, mas saiba que dói. Trata-se de uma dor indescritível, que faz arder a alma, secar a garganta e molhar os olhos. Uma dor que eu conheço muito bem, e que têm sido minha leal companheira por muito tempo…
‎(…) E apesar de rir e fingir que não me importo, eu me importo sim. Tem dias que gostaria de ser diferente, mas isso é impossível. Estou presa ao caráter com qual nasci, e mesmo assim tenho certeza de que não sou má pessoa. Faço o máximo para agradar a todos, mais do que eles suspeitariam num milhão de anos.